Não Quero um Pastor Bacana
Editora:

Não Quero um Pastor Bacana

R$34,90
-+
Disponibilidade: Em estoque
Simular Frete Cep
Calcular





Descrição

Uma reflexão sobre o lugar que o pastor deve ocupar: palco ou púlpito?

Um púlpito, um microfone e um pastor. Combinação que pode resultar em uma grande pregação ou num grande espetáculo.

Colocado em altos pedestais, acima de suas ovelhas e, em alguns casos, adorado como o próprio Deus, o sacerdote pode perder o foco de sua verdadeira missão, ministério e vocação - levando a própria igreja para um abismo repleto de beijos, sorrisos, roupa da moda, afagos e pouca base teológica.

Vivemos um tempo em que pastores e lideranças, em busca de programações atraentes, têm envolvido seus membros em um ativismo desgastante e uma espiritualidade rasa. Desta forma, perdem o foco da propagação do evangelho, enquanto investem tempo e dinheiro para lotar os bancos de suas congregações. O resultado disso é uma geração de cristãos aparentemente felizes, mas pouco familiarizados com os fundamentos bíblicos.

Kevin De Young e Ted Kluck sabem o quanto a Igreja tem padecido por essa postura, mas estão certos de que ainda é possível resistir à igreja emergente, moderna e "antenada" e resgatar a essência do cristianismo, sem tornar a igreja uma instituição antiquada e engessada.

Voltar às origens e resgatar o que foi perdido não é um retrocesso, mas sim um passo rumo ao futuro.

TAGS
Especificações
Editora: Mundo Cristão
Tipo de Produto: Brochura
Autores: Kevin DeYoung (Autor Cristão)
Ano: 2006
ISBN: 978-85-7325-6
Páginas: 120
Tamanho do Arquivo: 14x21
Linguagem: Português


Perguntas (0)

Faça uma pergunta sobre este produto

Não quero que minha pergunta seja publicada.

Comentários (0)

Escreva um comentário

Nota: HTML não suportado!
    Ruim           Bom



Ofertas válidas enquanto durarem nossos estoques. Todos os preços e condições comerciais estão sujeitos a alteração sem aviso prévio. A simples inclusão de um produto no "carrinho de compras" não implica na efetivação da compra. Desta forma, sempre prevalecerá o preço do produto vigente no momento da "finalização" da operação de compra pelo consumidor, no caso de alteração de preço entre a data de sua colocação do "carrinho de compras" e a efetivação da compra. A inclusão do produto no "carrinho de compras" também não implica em sua reserva pelo consumidor, estando o mesmo sujeito a eventual término dos estoques.